Total de visualizações de página

sábado, 31 de dezembro de 2011

Conto de ano-novo

Desenho de Taciane, minha filha com seis anos

- Ironildo, gostou da celebração de Natal?
- Não tenho nada a reclamar, Natanael. Gostei mesmo, mas da festa em si e não do motivo dela.
-Viu como foi uma festa maravilhosa? Muito melhor que do ficar em casa solitário? Então vamos festejar em minha casa o ano-novo, o Réveillon, uma palavra francesa que, em português, significa vigília, despertar? Será melhor que a natalina porque precede o dia da Confraternização Universal, em que todos se cumprimentam trocando votos de paz, alegria e felicidade para o ano iminente.
- Isso é mais um pretexto para a humanidade praticar o mercantilismo, nobre amigo Natanael. Essa confraternização nada mais é, que uma hipocrisia exacerbada. Na prática, não se vê nada disso. Muitos se excedem na balbúrdia que matam ou morrem. Sem essa balela, ficariam vivos. Os seres humanos têm propensão a crenças e superstições para resolveram suas questões existencialistas. Não vá trabalhar e lutar pelos seus objetivos para ver se virão conforme os votos de seus amigos e parentes! E todos, num comportamento de rebanho, acatam tudo como sagrado sem questionamento algum. Seguem esse condicionamento alheado de si; são capazes até entrarem na barca de Caronte sem questionarem, pois não têm consciência desta condição.
-Ironildo, cara, você continua com essa ideologia, apesar de nosso último diálogo? Tive a impressão de que você teria cedido ao menos um pouco. Constato que seu hábito de leitura mitológica e filosófica está lhe tornando uma pessoa indiferente com quem o estima e com as coisas boas que a vida oferece. Não podemos encarar tudo tão sério assim, senão, viver não terá mesmo graça. Temos que espairecer de quando em vez          e essa é a oportunidade.
Natanael, primeiramente, assevero-lhe que o tempo não existe: apenas há uma convenção para que possamos marcar os fatos para tê-los como referência. Comemorar o que? Celebra-se um feito, um ato heróico ou algo que nos causou grande alegria como a vitória de um time, prêmio na loteria, o nascimento de um filho e quejando, mas essa “virada de ano” não é motivo de júbilo. Não temos noção do que nos vai acontecer durante este período. Poderemos até ir ao encontro com Tânatos. Se nos ocorressem conforme o que nossos amigos e parentes nos desejam, nada de ruim aconteceria conosco, portanto, esses votos são inócuos, fátuos. No ano tão esperado e festejado, a vida permanece com a mesma rotina (às vezes pior): continuamos com nossas dificuldades, doenças e problemas e etc.. Essa “passagem de ano” é somente psíquica e de empírico mesmo somente no calendário. O tempo consiste somente nos movimentos terrestres de translação (ano) e rotação (dia e noite). Fora deste sistema, não há razão de ser.  Nós somos o verdadeiro Cronos, o resto são crendices primitivas. O tempo que me interessa é o clima, sobretudo, o chuvoso.       
-Ironildo, infelizmente, tenho que admitir que você, mais uma vez, tem razão em alguns pontos, mas, para mim, o importante é estarmos reunidos com a família e com os amigos em paz e harmonia nos descontraindo, celebrando a fraternidade e, enfim, a vida. Você faz parte deste círculo, por isso faço questão que esteja presente hoje nesta festividade.
-Já, para mim, Natanael, o que mais importa é o feriado, no entanto, nem neste há. Tenho que lhe falar essas coisas porque estão indigestas dentro de mim. Hei que quebrar esse paradigma. Gostaria que as pessoas tivessem uma visão mais subjetiva e real do mundo. Todavia, vou consigo fazer uma grande tributo a Jano.
Feliz ano-novo!
Bento Sales
31/12/2011.



42 comentários:

  1. Bentinho,
    de novo abrilhantando as dicotomias humanas nas figuras de Natanael e Ironildo (por si próprios seus nomes já me parecem uma ironilda, ops! ironia do autor! rsrs)
    Muito bom, caro amigo.
    As vozes que nos criam diálogos internos.

    Bento,
    um feliz ano de 2012, novamente desejo, para ti e tua família. Muita saúde, caro amigo, para todos nós!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. AMEI!
    Desejo para você e a sua família um
    EXCELENTE Ano Novo!!!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Bento,
    Por mais que questionemos temos sempre necessidade do calor dos outros a nosso lado.
    Bento, obrigado pelo seu contributo para que o meu ano fosse mais agradável.
    Que 2012 se vista em tons esmeralda no horizonte das pessoas!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Muito real este conto em questão! Fazemos a diferença quando objetivamente celebramos, quando há equilíbrio e bom senso entre emoção e razão. Ai sim traçamos um Feliz Ano Novo - que mesmo assim - poderá ser abortado em pleno andamento. Mas, houve pelo menos, a tentativa!
    Muita luz, paz e criatividade jorrando em sua vida e de seus familiares, é o que lhe desejo, hoje e sempre!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Amigo,

    O comentário fiz por email.
    Pode?? rs

    Me sinto feliz por sua amizade.
    Feliz 2012

    ResponderExcluir
  6. Folhas de Outono veio trazer os primeiros raios de sol para iluminar Folhas Soltas...
    Te quero esse ano vc bem pertinho de mim,kkkkkk
    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  7. Bento,parabéns pelo o lindo conto!

    Lendo, esse conto,tem uma composicional e
    temática do conto Feliz Ano Novo,esse abra,
    é marcada pelo narrador que retrata dos problemas
    do país,a pobreza a línguajar volgar,as práticas
    de criminosos, que so ligar a televisão que o
    numero de mortos assusta!!
    Bento, amei passar o Ano Novo com vc e sua Familha, ainda, com essa sobrinha que a titi,
    mais ama!
    Taciane, beijo no seu coração!
    Bento, que tua coragem seja combustivel para tuas
    conquistas, que a tua alegria seja um escudo
    contra seus medos, que a tua humildade seja
    tua força nos momentos de fraqueza. Que Deus,
    ilumine seu caminho todos os dias de sua vida...
    Abraço!
    Luci Sales.

    ResponderExcluir
  8. Ótimo.
    Este sujeito parece com alguns que eu conheço.
    Falam, falam, falam mais sempre vão.
    E o que é pior falam bem a verdade.
    Bento....
    Que 2012 te aproxime de tudo que te faz mais feliz.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  9. Esses dois será que vão passar a páscoa juntos? hehehe

    O Ironildo é chato pra burro! Que mala. Gosta de dar uma lição de moral. Mesmo que eu concorde com muita coisa que ele disse. hehe.

    Na real ambos estão certos, faça um misto das duas ideias e terá a melhor das interpretações do Ano-Novo e Natal.

    Mas é o que dizem por aí: A vida é muito curta pra se odiar.

    Então, por pior que o mundo esteja e as datas não signifiquem nada, é o que temos para curtir. :D

    Abss!

    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Cool post although I had to translate it ! still neat

    ResponderExcluir
  11. Olá querido amigo Bento,

    Como estás? Taciane e tua família?
    Estive viajando uns dias e perdi o "balanço" desse ritmo.

    Olha Bento, o Ironildo tem razão.
    Natal e passagem de ano o que transformam na Humanidade?
    Bom, mas no final, ele acaba por estar com seus amigos. Ele só quer, que o MUNDO pense, nada mais.

    TE DESEJO UM EXCELENTE ANO DE 2012.
    Beijos de muita luz.

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto, Bento!
    Abraços e ótimo começo de ano para vc e para a Taciane!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Mais um inteligentíssimo conto seu, meu bom amigo, Bento. Palavras para serem bem refletidas.
    Feliz 2012 para você, para a Taciane e toda sua família, beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. blog muito bom mano, gostei!! (:
    depois da uma passadinha la no meu também hehe

    abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá Querido Amigo Bento.
    Que 2012 sejaum ano de paz, saude, amor e realizaçoes. O meu beijo a todos...especiamente um todo carinhoso a Tac.

    Olha..... acho que neste mundo tão cheio de desafeto o tirual de natal e ano novo é importante.
    A crença de que o próximo ano pode ser melhor e nós possamos ser "melhorados".

    Seu conto como sempre mereceçe aplauso. Vc escreve lindamente e sempre nos faz refletir.

    Beijo da sempre amiga!

    ResponderExcluir
  16. Que alegria vir aqui! Já li e reli vários textos. Estou com a alma mais leve! Maravilhoso seu blog! Iluminado! Abraços.
    Passa lá no meu: www.ludugero.blogspot.com, se gostar e quiser me seguir, vou gostar de ter por lá seus coments! Abração.
    João

    ResponderExcluir
  17. Amigo Bento Sales, o contexto da história nos permite algumas reflexões. O Ironildo não deixa de ter razão, no entanto parece enxergar o obvio com um certo ar de amargura. O otimista olha um copo d´água pela metade e diz que está quase cheio, já o pessimista ver o mesmo copo d´água e diz que está quase vazio. Resumo, podemos sonhar sim, sonhos são desejos. O que não podemos é viver de sonhos. Um grande abraço meu amigo.

    ResponderExcluir
  18. Cool post! and thanks for commenting on mah blog

    ResponderExcluir
  19. Bentinho, Rei do Cordel!
    Estou começando o ano um tanto quanto atarefada, mas mesmo assim, reservei parte da madrugada para visitar alguns amigos como você!
    Muito obrigada pela companhia em 2011, e pelo belíssimo comentário já agora em 2012!

    Que seu ano, assim como de sua família, seja repleto de coisas muito boas!
    Assim espero, amigo!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. Se a mudança não segue o caminho "de dentro para fora", passam-se os dias sem que nada se altere. E o que são? Mera sequência, cuja contagem segue critérios estabelecidos. Mas não podemos abandonar a esperança, unindo a ela grande força de vontade e enooooooooooome disposição para nos renovarmos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  21. Thanks for commenting on my post!

    ResponderExcluir
  22. Bento
    Que lindo.
    Ironildo desgostoso com os problemas que nos rodeia
    a hiprocrisia do mundo e Natanael contornando. E no final aceitando a comemoração da confraternização.
    Acho que é isso mesmo a sensação que sentimos. Mas a esperança que tudo melhore é o que nos faz seguir
    a vida em frente.
    FELIZ ANO NOVO
    a você e toda família.

    Um carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
  23. FELIZ ANO NOVO CHEIO DE PAZ E MUITO AMOR A VOCÊ E FAMÍLIA.
    BEIJOS LINDA TARDE!
    As datas podem ser comemoras mais seria bom se as pessoas se importassem com o significado real.

    ResponderExcluir
  24. Feliz ano-novo, Bento!
    Para você e a família!
    O conto está excelente.
    As reflexões sobre a vida nos permitem viver com consciência de nossa existência e isso é muito bom, principalmente quando existe o espírito da fraternidade e da solidariedade. A vida seca, calculista não tem sabor, não tem emoção.
    Acessemos a nossa consciência para reflexões, mas sem abandonar a ternura. Como está no conto: questionemos, mas vamos à confraternização, sempre.
    Um abraço, grande amigo e professor Bento!

    ResponderExcluir
  25. Muito bom seu texto meu querido amigo Bento!
    Importante, que além de estarmos reunidos em família, é preciso se ter consciência do verdadeiro sentido do natal.
    É preciso que nasçamos de novo em nossa fé. Nosso compromisso com Deus em sermos mais fraternos, compartilharmos mais, com aqueles mais necessitados, que seja de alimentos, de amor, de fé.
    Um ótimo texto para se refletir por todo o ano de 2012,
    Desejo ao amigo querido, muita paz, harmonia no coração, muitas inspirações, partilhas, fé e muito amor.
    Uma bela noite.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  26. Bom dia, Bento. Gostei do conto. Por sinal, bem apropriado os nomes dos personagens. rs

    Amigo, um ótimo final de semana.
    Um 2012 maravilhoso!! *Obrigada*
    Superabraço/!

    ResponderExcluir
  27. Professor Bento muito bom o conto, sem dúvidas os dois personagens estão repletos de razão quanto as festividades e seus anseios.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Olá meu caro,

    vim te desejar um 2012 iluminado, cheio de saúde e paz no coração!

    Sobre o seu texto, é preciso que escrevamos o que nos transborda a alma, senão não há sentido em escrever. Nossas palavras são o reflexo de nós. Se estamos tristes, elas se entristecem também, se estamos angustiados, elas soam como um debafo, e por aí vai...

    Grande abraço amigo

    ResponderExcluir
  29. Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
    Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
    estou para 2012.
    É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
    fizermos nossa parte.
    E a esperança não ilude, porque o amor de
    Deus foi derramado sobre todos nos.
    Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
    e sim de esperança num amanhã mais feliz.
    Um feliz final de semana.
    O primeiro de 2012.
    Muita paz muito amor para você.
    Beijos no coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  30. Grande amigo Bento.

    As palavras do teu texto, devem ter vindo de uma inspiração unica, os personagens e seus nomes parecem se enquadrar no contexto da época. Perdoe-me se não o visito com tanta frequencia, prometo remediar isso o mais rapido possivel.

    conhece nosso grupo de divulgação de blogs no face ?
    http://www.facebook.com/groups/274247739286217/312459355465055/

    Posta lá amigão. Abraço

    ResponderExcluir
  31. Oi Bento, tudo bem meu amigo.Estou de volta depois de uns dias ausente. Seu conto é muito refletivos.Gostei demais!!! O desenho da filhota também está maravilhoso. Desejo um maravilhoso Ano de 2012 pra você e toda tua família.
    Ótima semana pra ti!
    Abraço meu amigo!

    ResponderExcluir
  32. Professor Bento agradeço as palavras sempre muito bem vindas. E não diga isto, pois suas observações sempre ensinam e acrescentam.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  33. Olá querido amigo Bento,

    Espero, que esteja tudo bem contigo e tua família.
    Taci, está bem?
    Então de férias? Sortudo, Que inveja!
    Que as gozes com saúde e alegria.

    Beijos de muito carinho e luz.

    ResponderExcluir
  34. Folhas de Outono adora visitar Folhas Soltas !
    Vim derramar sobre teu blog alguns beijinhos para matar minha saudade ...
    bjs de boa noite querido!

    ResponderExcluir
  35. Esperando sua próxima postagem !

    Abraço

    ResponderExcluir
  36. Olá meu amigo Bento,

    Esse seu conto de ano novo, além de muito bem contado, convida à reflexão. Na disputa entre o "chato" do Ironildo (que não tem na ironia a sua marca) e o Natanael, para quem o Natal vale por si mesmo, eu fico com o primeiro. Aliás, eu sou bem como ele mesmo. Talvez menos erudito no conhecimento das mitologias antigas, mas bastante cético quanto a estas supostas "celebrações universais", "ritos de passagem", etc.

    Mas apesar disso, nada me impede de desejar um ótimo ano de 2012 pra você. Um grande abraço e parabéns por mais um texto que faz a gente pensar bastante.

    ResponderExcluir
  37. Bento, meu eterno amigo!
    Perfeito seu conto!
    Há verdade em seus dois personagens.
    E mesmo com tanta divergência de crença e opinião sobre a vida e o mundo, é notável uma grande amizade entre ambos.
    Posso interpretar esse texto com uma frase curta e simples:
    ''Respeitar as diferenças''
    Cara, parabéns por manter seu blog sempre vivo!
    E com um conteúdo ímpar de qualidade inquestionável.
    Um abraço cara, até...

    ResponderExcluir
  38. amigo bento,
    creio ser esta a minha primeira incursão neste teu espaço, ainda que a tua presença me seja perfeitamente familiar, ou não nos tivéssemos cruzado, já, tantas vezes em blogues de gente que nos é querida e que sentimos como nossa amiga - a cecília, o andré, o dilso, o paulo, e tantos outros... - é num momento em que conjugamos um oceano de tinta, a cecília e eu, que tenho a a oportunidade de me dirigir a ti, e logo num post de inegável simbolismo e não menos clarividência.
    do texto, sublinho a ideia de que a verdade é um valor plural, em degradé, havendo momentos em que ela assume as formas de todas as nossas próprias contingências. ano novo e celebração podem, na verdade, conjugar-se com a hipocrisia, mas serão, certamente, um excelente pretexto para um reiterar da essência do homem: ele e os outros, ele e os que ajudam a dar sentido à sua vida, ele e a família/amigos.
    um forte abraço com votos de um excelente ano de 2012 para ti!

    ResponderExcluir
  39. Vou fazer a minha casa
    No acero verde da roça
    No velho estilo palhoça
    Fogão de lenha e brasa
    Cavo uma cacimba rasa
    Pra ter água pra beber
    Faço um canteiro pra ter
    Cheiro verde e cebolinha
    Compro até uma vaquinha
    Meu leite e queijo comer.
    Mandacaru


    Não quero ouvir alarme
    De qualquer despertador
    Basta um galo cantador
    Quero dormir ate tarde
    Não quero ouvir alarde
    De motor e de buzina
    Nem sirene de usina
    Ou barulho do metrô
    Nem grito de camelô
    Marretando na esquina.
    MANDACARU

    ResponderExcluir