Total de visualizações de página

sábado, 8 de setembro de 2012

Solidariedade

Desenho de Taciane, minha filha com sete anos. 

A palavra-chave para a sobrevivência humana e até de algumas espécies de animais é solidariedade. Palavra oriunda do latim solidus, que significava sólido, firme, durável e, ao logo de sua diacronia, adquiriu o sentido de cooperação, colaboração.
            Vivemos em sociedade composta por indivíduos com personalidades tão distintas que, se ponderamos, distraidamente, depreenderíamos que é inviável vivermos em harmonia, todavia, a resposta para isso é solidariedade. Nós dependemos uns dois outros para sobrevivermos. Mesmo que alguém se declare independente porque se denomina autossuficiente financeiramente, ainda é dependente, pois irá sempre precisar dos semelhantes para executar algo que ele não sabe ou é incapaz de fazer, como pilotar um avião, fazer um celular, uma instalação elétrica ou hidráulica, coletar o lixo e etc..
            Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.)  fundamenta e pensadores sociais como o alemão Immanuel Kant, do século XVIII e o francês Auguste Conte, do século XIX, reiteram que o homem é um ser social, ou seja, não vive só e isoladamente por longo tempo. Podemos observar que viver em comunidade solidária não é exclusividade humana. As formigas, os cupins as abelhas, por exemplo, vivem em comunidades estritamente cooperativas e organizadas socialmente: os soldados defendem a população e o patrimônio; os operários produzem e armazenam o alimento e a rainha procria. Não se pode esquecer que, diferentemente da sociedade humana, tudo isso ocorre de maneira inconsciente e instintiva, porém, todos têm consciência de que sua função é importante para o bom funcionamento deste sistema, uma vez que, se uma parte falhar, comprometerá sumariamente a vida de toda comunidade.
Sendo assim, mesmo sem percebermos, estamos constantemente sendo ajudados, cooperados pelos nossos semelhantes, por isso, temos o dever de cumprir a função social que nos cabe, visto que, assim como nossa vivência e sobrevivência depende do desempenho de outras pessoas, eles também dependem de nós, seja no nosso lar, nosso trabalho, nossa cidade ou país.
            A solidariedade é necessária para sermos uma unidade, um corpo sólido. O que nos diferencia dos demais seres sociais é não sermos solidários somente de forma instintiva, mas sim, voluntária, racional e fraterna. Um velho e sábio aforismo no ensina que “a união faz a força”. Temos de somar e dividir até nossas emoções e sentimentos: “Dor compartilhada é meia dor; alegria compartilhada é dupla alegria”. C. A. Tiedge.



35 comentários:

  1. Oi Bento,

    Tudo bem? Muito interessante o texto sobre solidariedade. Essa é uma questão que gera controvérsias no sentido figurado da palavra, pois para alguns solidariedade está em dividir o pão, para outros demonstrar lealdade e, em entre tantos fatos, ser solidário é apenas ficar em silêncio ou não avançar.

    Nos últimos anos, o termo coopetição vem ganhando espaço, principalmente pela necessidade de aumento de competitividade com cooperação. Só que ao mesmo tempo, o capital precisa se reproduzir e tem uma lógica individual, mas que em tempos de crise financeira, o efeito dominó em intenso, seja em quem coopera ou não tem nenhum trabalho com frente solidária.

    Procuro mais do que encontrar solidariedade, procuro ser, mas com tantas visões sobre a questão, posso ser interpretada como oportunista ou casuísta. Todavia, não perco a fé.

    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  2. Interessante seu texto.
    Verdadeiro também.
    Pena que muitos aproveitam desse nobre sentimento e usam outros.
    Que bom vir aqui.
    Beijão amigo.

    ResponderExcluir
  3. Bento, caro amigo!
    Muito bom o texto e a proposta.
    Confesso que pela solidariedade já tive minha vida salva, então senti na pela o que é depender de outras pessoas, e senti a solidariedade, a mais pura, aquela de pessoas totalmente desconhecidas, mas que por uma ocasião, tornam-se cruciais para nossa sobrevivência e assim foi. Tenho que agradecer a Deus pelo resto da vida a essas pessoas, que sequer sei os nomes. E também, tento agradecer em ações.
    Grande abraço e ótimo domingo para ti e família!
    Um beijo especial a talentosa Taciane!

    ResponderExcluir
  4. A solidariedade é um dom inato do ser humano. Deveria ser. Individualismos não geram nada e ninguém. Desde nossos prazeres, as mínimas necessidades básicas, até outras ações diversas e adversas há a participação do(s) outro(s). Leio no tocante desenho da Taciane, "Ciranda, Cirandinha"... pessoas de mãos dadas... ela demonstra a "união solidária"... Parabéns à filha e ao papai - artistas da realidade!
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  5. Solidariedade é algo que deve ser normal ( deveria,pelo menos) e sem alardar tudo o que é feito. Lindo texto e o desenho da tua filha! abração,chica

    ResponderExcluir
  6. Bom dia de domingo !!!!!
    Lindo dia de domingo !!!!!
    Vamos nos abraçar e ser mais solidários com os nossos irmãos em Cristo...E assim lendo fica tão fácil ser né amigo!Sentimos vontade sim,mas não é preciso ficar só na vontade,temos que caminhar a cada dia com nossa solidariedade e nunca termos que retribui quando recebemos...Vou deixar um pequeno exemplo de solidariedade que vivenciamos aqui na blogosfera.A maioria só é visitado se primeiro visitar o amigo.
    Aproveito para deixar beijos de dia de domingo,rsrsrsrs,e tbm para todos os dias da semana...

    ResponderExcluir
  7. Me empolguei com a solidariedade e não comentei
    o desenho da miúda Tacy.O carinho que faz os desenhos merecia ir para votação,rsrsrrs,de lindos que são.
    Aplausos sempre !!!!!

    ResponderExcluir
  8. Essa questão de 'compartilhar' está tão na moda que temos que aproveitar o ensejo e fazer disso uma rotina.... coisas boas e belas DEVEM ser compartilhadas.
    Bom te ler!
    Bjs na Taci...

    CAtita

    ResponderExcluir
  9. A duas principais maneiras de se viver bem é a solidariedade e a humildade. Duas principais qualidades, que quem não nasce com elas, deve pelo menos correr atras.

    Abraços. Ate breve. *--*

    ResponderExcluir
  10. pra ser sicero amigo Bento, eu acho que nós pecamos muito nesse quesito solidariedade. As vezes me pego e fico com vergonha de saber tanta coisa e agir tão pouco! Belo texto!

    ResponderExcluir
  11. Mais um belo texto, amigo Bento!

    Faz-nos refletir a quantas andam as nossas ações solidárias. O quanto nos omitimos imaginando "está tudo tão distante", "não posso fazer nada!" ou com o "não tenho nada com isto".

    Simples gestos fraternos podem mudar muitas vidas, principalmente a alma de quem se propõe a compartilhar solidariamente com os "irmãos", que sofrem duras penas.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. verdade amigo... um importante ex. a dor dividida... bjuuu de linda semana

    ResponderExcluir
  13. Amei o post!! A foto ficou uma fofura junto com o texto!

    ResponderExcluir
  14. Solidariedade: essa é uma das mais significativas palavras do nosso vocabulário. E mais: tem um sentido tão profundo, um valor incalculável e uma força indescritível. Bem que poderíamos dizer que, solidariedade também significa amor, não é verdade amigo Bento? Como sempre, suas publicações é uma verdadeira aula, meu amigo. Um fraternal abraço.

    ResponderExcluir
  15. A solidadriedade é base fundamental da espiritualidade humana... e é o que nos aproxima de Deus.
    Belo!!!

    beijos querido e bom dia!!

    ResponderExcluir
  16. Amigo Bento

    Quero parabenizar a sua linda filhinha que desenhou o céu e sol e nuvens
    iluminando a união na terra, o pensamento que me veio de pronto.
    O homem não é uma ilha. Infelizmente ainda não temos a sabedoria da união como as das formigas,das andorinhas, das abelhas, que Deus nos mostra a todo momento.
    Seu texto nos instiga á reflexão. Excelente.
    Um lindo dia
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Vim agradecer o gentil comentário no Mindim :Cheiro de vida. Van.

    Sábio texto! Parabéns a você Bento e a sua filha Taciane de sete aninhos pelo desenho significativo, lindo!
    Fico feliz de conhecer mais um blog genial.
    Fico aqui.
    Um abraço
    Ivany.

    ResponderExcluir
  18. Bento Sales

    Cada um de nós, nunca é mais do que a ínfima para de um átomo, por muitas riquezas que possua, na engrenagem social.
    um abraço

    ResponderExcluir
  19. Olá querido amigo Bento,

    Li teu texto, com a atenção que sempre me merece, não que ele fosse de difícli entendimento, mas precisava pensar, e sobretudo interiorizar o que estava lendo.
    Fizeste uma reflexão e alusão filosófica, muito bem enquadrada no tema escolhido, e falaste dos animais, e foi aí que surgiu o que vou descrever, a seguir.

    Numa rua de pouco movimento, tanto de pessoas, quanto de trânsito, vi, ao longe, um pássaro caído. Fui me aproximando e fiquei perto, bem perto dele. Fiquei olhando, por não saber, exatamente, se estava vivo ou morto. Estava numa posição graciosa, até, alheio a tudo, é verdade, mas com a continuação da minha observação, logo deduzi, que estava morto.
    Ali, no chão, inerte, desprendido da vida, de tudo.
    Repentinamente voa sobre minha cabeça um outro pássaro, até semelhante na espécie, acho eu, que desce e vai junto do que estava moribundo, no asfalto.
    Fiquei contida e silenciosa. Que iria ele fazer, pensei.
    Como fazia calor, me afastei, um pouco, e me recolhi, sob um telheiro próximo, para observar o desenrolar da ação.
    A ave que tinha acabado de chegar, olhou seu amigo, seu companheiro, e com uma de suas patinhas o tocou, o afagou, delicadamente, como que a dizer, estou com você, como que querendo chamá-lo à vida e com seu bico lhe deu, talvez, o último beijo.
    Fiquei perplexa e emocionada. SOLIDARIEDADE IRRACIONAL era o que eu estava presenciando.
    Ali permaneceu durante algum tempo, cantou, um canto triste e me olhou, como que pedindo algo. Não entendi o que me quis transmitir. Sou humana, e portanto, imperfeita.
    Repentinamente, pegou o corpo moribundo de seu amigo com seu bico e o levou para a copa de uma árvore próxima, o colocando de forma perfeita, linda e ajustada.
    Logo de seguida, e sem que eu me apercebesse, apareceu um bando vindo não sei de onde, que ficou, também junto ao cadáver.
    As aves todas, tinham agora consciência de que sua amiga estava bem instalada e o "velório" já se estava fazendo.
    Pipiaram todas, ao mesmo tempo, talvez, fosse choro e depois cantaram, como que a pedir ao Pai, um lugarzinho no "céu" para a companheira.

    VOARAM TODAS, NUM GESTO DE AMOR E CARINHO, MOSTRANDO QUE A SOLIDARIEDADE É PROFUNDA ENTRE OS IRRACIONAIS.

    E NÓS RACIONAIS? VAMOS PENSAR E AGIR!

    Resto de feliz semana.
    Beijos da tua amiga de sempre (só nos separa o oceano).
    Luz

    ResponderExcluir
  20. Que belo texto professor bento, me vi ali dentro gritando com voce aquelas pavlavras kkkk. Muito bom parabéns.“Dor compartilhada é meia dor; alegria compartilhada é dupla alegria”. C. A. Tiedge. Sábia frase essa.
    Um grande abraço



    ResponderExcluir
  21. Boa NoiteAnjo Lindo.
    Hoje venho agradecer o carinho deixado no meu blog pelo meu aniversário.
    Agradeço a Deus por ter sua amizade e carinho muito tem me ajudado a romper
    muitos momentos difícil pelo qual tenho passado.
    A amizade é tudo nesses momentos conhecemos o carinho da amizade Sincera.
    Beijos no seu coração.
    Meu eterno agradecimento,Evanir..


    ResponderExcluir
  22. ✫. `⋎´ ✫❤✫..
    (⁀‵❤⁀,) ✫✫✫Bom dia de quinta✫.❤
    Abraços
    Rita!!!
    (⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤✫

    ResponderExcluir
  23. Boa mensagem, amigo.
    É tudo que precisamos "solidariedade" pois a vida é dura demais "difícil e se ajudarmos o nosso irmão a carregar o fardo estaremos seguindo os ensonamentos de Jesus*...
    Um ensinamento que faz a nossa vida melhor, é bom termos amigos e a família por perto" saber q podemos contar c eles...
    Não somos uma ilha.
    beijos pra vocês.

    ResponderExcluir
  24. Olá caro amigo,
    Com satisfação lhe comunico que saiu a programação do 1º Prosas Poéticas; saiba em que dia será feita a sua apresentação.
    Um abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  25. Olá, Bento.
    A sociedade humana é deveras paradoxal pois, da mesma forma que somos obrigados a competir com outras pessoas para podermos exercer nossas funções, não vamos a lugar algum se ninguém nos ajudar.
    Nenhum homem é uma ilha, completo em si mesmo, como diz a famosa frase.
    Abraço, Bento.

    ResponderExcluir
  26. Oi olha eu aqui novamente.
    Vim te desejar um fim de semana perfeito, li novamente o texto.
    Você acha que somos mais solidários hoje do que antigamente?
    É isso que a historia nos mostra né?
    Beijão Bento.

    ResponderExcluir
  27. É isso aí professor!
    Solidariedade também faz parte do campo da ética que por sua vez estuda a moral e os bons costumes.
    Em suma, temos que buscar viver em harmonia, numa troca mútua, até porque "todo mundo precisa de todo mundo".
    Abraços!

    ResponderExcluir
  28. Belíssimo texto encerrado por um valiosíssimo provérbio.
    Viver sozinho é realmente impossível. Por mais que o egoísmo presente nas mentes limitadas de tanta gente atrapalhe a manifestação da solidariedade, de uma forma ou de outra, ela sempre aparece. Infelizmente, não com a intensidade que deveria, mas enfim...
    Abraço! :D

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde, Bento. Um texto muito oportuno e real para os dias de hoje, em que a humanidade anda tão desumana e precisamos reaprender o real significado da palavra solidariedade.
    Sempre pensei mesmo que todos precisam de todos, mas existem as pessoas que pensam diferente por julgar que sabem muito executar tarefas sozinhas e por ter um certo padrão de vida.
    Triste para mim é esse pensar.
    Parabéns por trazer algo tão reflexivo e belo!
    Beijos na alma e tenha um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  30. Bentinho, penso que os seres humanos ainda precisam evoluir muito. Alguns dizem que, naturalmente, o homem é mau... já li muitos que dizem que a questão de inteligência emocional é algo culturalmente adquirido e por isso deve ser estimulado.

    Eu como professora percebo o quanto temos lançado mão de propostas para que o trabalho em relação aos valores humanos(incluindo a solidariedade) sejam efetivados, nos planejamentos diários, com nossas crianças. Isso acontece pq a família tem deixado de lado aquela educaçãozinha bááááásica, sabe?! Aquela de dar ao filho o referencial basiquinho(pois a família é a base... todos sabem!) e a escola tem tido o papel de "dar conta de tudo o que a família tem deixado pra lá"... tbem acontece pq nos perdemos na tal historinha do individualismo, aí depois de tanto colocar na cabecinha do outro o tal mantra do que "vença o melhor", percebemos o quanto tudo ficou perdido e com isso estamos precisando voltar a compreender justamente o que vc deixou bem claro no texto " Nós dependemos uns dois outros para sobrevivermos."... é aí que percebemos que aquela letrinha de uma tal música é verdadeira "é impossível ser feliz sozinho".

    Gostei demais de seu texto. Que possamos avançar!!!!

    Abraçãããããããooo

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  31. Oi Bento,

    Tudo bem!
    Falar de solidariedade e um pouco difícil.
    Mas bem lembrado infelizmente, gentileza educação
    Ainda não vimos nos humanos...
    Parabéns, belo texto.
    Beijo na Taciana.
    Abraço!
    Luci Sales.

    ResponderExcluir
  32. Passando pra te desejar um lindo final de semana! QUe Deus te abençoe grandemente.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  33. DOR COMPATILHADA É MEIA DOR!!!

    Que coisa mais linda...

    Estou encantada com teus poemas...

    E as ilustrações???...parabens menininha talentosa.

    Parabens PAPAI E FILHA..
    vera portella

    ResponderExcluir
  34. Estou a visitar alguns blogs, e tive o privilégio de encontrar o seu, vi na pagina inicial o que escreveu, e como gostei folheei mais algumas páginas e fiquei maravilhado pelo que vi e li.
    Dou-lhe os parabéns, mas queria deixar um apelo continue assim dando sempre o melhor, boas mensagens, bons temas. Gosto de escrever, mas também gosto de ler bons temas, por isso é que parei aqui.
    Meu nome é: António Batalha.
    Sou um servo de Deus,e deixo aqui a minha bênção,que haja paz,amor na sua vida, muita saúde e felicidade.
    PS. Se desejar seguir o meu humilde blog, Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir, se encontrar seu blog.

    ResponderExcluir