Total de visualizações de página

domingo, 28 de agosto de 2011

À procura

Desenho de Taciane, minha filha de seis anos.

Vivo à procura
Da consciência,
Da subsistência,
Da felicidade,
Da verdade,
Da vontade,
Da liberdade,
Da glória,
Da memória,
Da poesia,
Da noesia,
Da percepção,
Da acepção,
Da compreensão,
Do primor,
Do amor,
Do humor,
De viver,
De reviver,
Da nostalgia,
Da analgia,
Do que me apraz,
Da paz,
De não dar adeus,
De Deus,
De, enfim...
De mim.


43 comentários:

  1. Busca do viver em sua plenitude.
    Busca da vida em sua essência.
    Busca do seu "EU".

    Amigo... você trilha todos estes caminhos.
    Te admiro por isto também.
    Bom domingo.

    Taci.... brilhando com seus desenhos e coloridos. Já esta sentindo falta deles.
    Beijo princesa.

    ResponderExcluir
  2. Olá Bento,

    Agradeço o bonito comentário, que fez em meu blog.
    A poesia, hoje, por si postada é, aparentemente, tão simples, mas a profundidade, que ela encerra é incomensurável.
    Andamos, sempre, à procura de algo mais, na esperança de encontrarmos a plena felicidade.
    Bom e repousante domingo.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  3. Todos Bento, todos estão sempre a procura de tudo isso.
    Somos assim mesmo, sempre procurando.....
    Muito lindo seu post.
    Não sei distinguir poemas de poesia ou outras coisas como você professor.
    Sei que gosto de ler.
    E o seu (escrito)é muito bom mesmo.
    Boa semana e beijão na Tacy.

    ResponderExcluir
  4. A gente vive Bento com sonhos tão iguais em detalhes tão únicos que nos prende inteiro no tempo, que revira em nós em partes de verbos, pronomes, adjetivos....que acrescentamos enquanto caminhamos....somando e dividindo nas palavras este sentir lindo que nos identifica iguais, que nos leva ao amor que quanto mais puro, mais perto de Deus.
    Tanbém quero tudo isso assim do meu jeito.
    Com cheiro de domingo feliz!!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  5. Bentinho,
    primeiramente tenho que te dizer, a Taciane tem um traço muito bom. Incrível! Para uma criança de 6 anos! Diz isso para ela, pode ser? E que mando um beijinho também!

    Que poema interessante, meu amigo! Fluente. Empolguei-me por aqui e o li de cima para baixo, depois de baixo para cima..., alguma reflexões se acrescentaram! Esse ´é meu amigo Bento!
    Orgulho!

    Grande abraço para ti e família!

    ResponderExcluir
  6. Bento, também faço observar aqui, a consciência precisa da Taciane no contato com a arte de desenhar, sim, trata-se de uma arte, o desenho. Um beijinho no coração dela. O seu poema é a mais perfeita tradução do que pode significar as palavras no contexto de uma poesia. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Todos vivemos á procura de tudo.
    Sempre ótimo vc, Bento
    Abç

    ResponderExcluir
  8. Olá, Bento!
    Palavras não são apenas palavras, não é?
    Nem desenhos são apenas desenhos.
    Talento não tem idade para se dizer o que se pensa e sente.
    A arte está em expressar-se com clareza em suas diversas formas.
    O desenho de Taciane nos diz como ela percebe o mundo; a sua poesia nos conta de suas buscas.
    Ambos, pai e filha, retratam a vida na conformidade da harmonia, no ideal de viver em paz, dizendo para esse mundo o que se deve ver nele e os melhores caminhos para seguir em busca.
    É bom ler a sua poesia e ver o desenho da pequena Taciane que embora seja tão nova já sabe nos dizer que sente a vida com amor.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Achar tudo isso é situacional, mas achar a si mesmo é uma arte que precisa de ensaio constante...

    bjs meus

    Bj na Taci (minha desenhista favorita...)

    ResponderExcluir
  10. Olá Bento!

    Vivemos sempre procurando por muitas coisas. Mais sábio mesmo é aquele que tenta se encontrar antes de tudo. Todos os sentimentos, emoções e atitudes, já existem inquietas dentro de nós. cabe a nós e Apenas nós, decidir qual delas e quando elas devem fluir.

    Teu poema é tão aconchegante quanto um abraço amigo, e com ele, início mais uma semana de bem com a vida!

    Um forte abraço meu, e boa semana a tí.

    ResponderExcluir
  11. Adoro o jeito que tu escreve amigo!
    Vivemos nessa procura da plenitude, e na busca por nós mesmos. Temos tantas faces as vezes.
    Retrataste isso muito bem.
    Tava com saudades daqui, perdão pela ausência. A vida está começando a se reorganizar, aos poucos vou voltando à vida blogueira!

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  12. Bento meu querido!
    Vivemos sempre à procura de algo.
    É uma procura constante meu amigo.

    Vc como sempre perfeito!!
    Abraços e Ótimo Domingo.
    Beijos na minha linda =*

    ResponderExcluir
  13. Oi Bento,
    Uma graça o desenho da Taciane.
    Seu poema é encantador. Traduz as buscas incessantes do nosso viver e do nosso SER.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. Concluiu com chave de ouro. Encontrar a nós mesmos é o fim da busca. Tudo mais terá outro caráter, outra visão.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Olá, amigo, eu também vivo a procura , da paz, principalmente, de não dar adeus a ninguém que eu ame...À procura de mim ...
    Beijos. Mery.

    ResponderExcluir
  16. Folhas de Outono veio visitar Folhas Soltas
    Boa noite Bentinho!
    Vc é meu amigo lindo!sabia que te amo...vc sempre me chega tão silencioso,e hj foi diferente,foi o vento que te levou...fez barulho viu...kkkkkk
    Estamos sempre à procura de alguma coisa...hj procuro eu mesma,kkkkk,
    Escrita provocante...impar nas palavras...reflexiva...aplausos...
    Quanto a Reginiha vou conseguir prá vc o e-mail dela,ok!
    Bjs meu lindo amigo!

    ResponderExcluir
  17. Olá Bento, como é que vai?
    Vim aqui por indicação da Ana Cecília.
    Muito fluente e leve sua forma de escrita, parabéns.
    Indubitavelmente, viver é procurar o melhor de si mesmo todos os dias, por toda a vida.
    Valeu.

    Jacques Beduhn
    http://relativaseriedade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Bento querido amigo..

    Lindo seu poema...lindo!!

    SAbe procurei coisas "fora"..
    foi quando percebi que não estavam nos lugares em que procurei..

    Estavam dentro...

    Um beijo..com admiração e carinho..

    E diz pra sua filhotinha que o desenho dela tá lindo!!!

    ResponderExcluir
  19. BENTO, Seu poema tem tudo que precisamos na natureza, Deus.
    E o desenho que fofo. O carinho pela filha Taciana que já está iniciando na arte, como o pai.
    Obrigada pela visita e pelo haicai.

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Há pessoas cometas e há pessoas estrelas.Os cometas passam, apenas são lembrados pela data que retornam e depois desaparecem. ''As estrelas permanecem''.VC É UMA ESTRELA BJ É ESPECIAL !!!

    ResponderExcluir
  21. Eterna busca que nos devora! É a condição natural do humano! E pelas buscas encontrar eterno descanso!
    Um grande abraço!
    http://divaedevaneios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. ...Encantador, lindo!

    A procura e voz da verdade: O mundo inteiro
    procura paz, amor,justiça,cura, esperança ou
    seja, procuramos todo para ser feliz e nâo
    encontramos quase nada, porque sera?

    Bento amo tudo que vc escreve com amor, e esse
    nâo poderia ser diferente, e para refletir, e
    simplesmente: MAGNICICO.
    O desenho de Taci, ficou belissimo.
    Parabéns!
    Abraço!
    Luci Sales.

    ResponderExcluir
  23. Bento
    Seu poema lindamente relacionou uma lista do que buscamos prioritariamente, encerrando com Deus que é o nosso grande provedor. Perfeito o texto. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  24. Folhas de Outono veio abraçar Folhas Soltas!
    E desejar um dia fenomenal!
    Bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  25. Comece por um sorriso de criança Bento!!
    Beijos,
    Bom dia!
    Carla

    ResponderExcluir
  26. Caro amigo Bento!

    Como as procuras, da vida leva-nos achar o que não estávamos procurando, e achar o que não tínhamos perdido.

    Parabéns pela filha talentosa que tens, Taciane

    ResponderExcluir
  27. Bentinho,
    muito obrigada por estar frequentando meu blog. Pessoas como você, que tem conhecimento específico de produção textual, mas, além disso, e principalmente, uma alma muito boa, nos fazem definitivamente crescer.
    Abraços imensos!

    ResponderExcluir
  28. Bento, essa sua poesia é mesmo algo para se refletir, é muito mais que um jogo de palavras, esse que como poeta, você soube arquitetar de forma esplêndida. É algo profundo, que toca nosso âmago sentimental.

    P.S: Não estou postando mais no blog Vinte e duas Letras, de qualquer forma muito obrigada pelo seu comentário. E convido-te a visitar meu blog: http://jaynnesantos.blogspot.com/.

    Beijo e volto assim que eu puder.

    ResponderExcluir
  29. É sempre muito bom ler você, Bento.
    Essa procura de tudo está no âmago do ser. A cada amanhecer em nossa vida, emerge da consciência a busca
    por algo. Às vezes, torturamo-nos com esta procura implacável, quando o encontro da mesma está dentro de nós.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  30. Amigão obrigado por cada incentivo, postado, em cada comentário. Assim que possível gostaria de cruzar mais uma fronteia usando a ponte do MSN. Este é meu djapazemcristo@hotmail.com
    Forte abraço!!

    ResponderExcluir
  31. Todos são ingredientes, fontes, escolhas, indispensáveis para o encontro do nosso EU.
    E depois para o abraço a Deus.
    Assim será a plenitude.
    Um grande abraço amigo querido.
    Uma bela noite.

    ResponderExcluir
  32. É Bento,
    Encontrar a si próprio é o mesmo que achar o início de um círculo, pois estamos sempre à procura de tudo isso desde a primeira batida do nosso coração, ainda no ventre de nossas mães...
    ... e quando fecharmos os nossos olhos, ainda não temos a certeza absoluta que essa procura termina... eis o motor da vida !!!

    Um grande abraço amigo, pois já me acostumei com você no meu Blog !

    http://www.historiasdoandrevicttor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  33. Ah, tenho uma filhinha que adora desenhar também, além de escrever algumas estorinhas incríveis. Estou preparando-a para um livrinho infantil.
    Fala pra Taciane que eu adorei o desenho dela !

    ResponderExcluir
  34. Folhas de Outono veio em busca de Folhas Secas!
    Agradeço sua estadia lá no meu cantinho,palavras lindas vc deixou lá,vou pegar todas e guardar dentro de uma caixinha,só para eu ler,kkkkkkkkkk,não sou pretenciosa não,kkkkkkk
    Que desenho mais lindo para uma criança dessa idade,só pode ter puxado ao pai;diz que acertei.
    Estou deixando o e-mail da Regilene,como te prometi.
    Bjs para aquecer teu blog!
    regipoeta@hotmail.com

    ResponderExcluir
  35. Com muito carinho desejo um
    abençoado final de semana.
    Alegria ,saúde e paz no coração.
    Bjs,De paz e luz.
    Evanir

    ResponderExcluir
  36. Prof. Bento você anda se superando, acho que isso se chama o encontro com si mesmo, não há o que procurar. Parabéns professor pelo escrito. Ficou excelente!
    Um abraço.

    Ps: estou sem tempo,é verdade, mas nunca sem a lembraça de ler aquele que escreve com alma, você e tantos outros excelentes professores. Parabéns!

    ResponderExcluir
  37. Passei pra te desejar um lindo final de semana Bento.... manda um beijo pra filhotinha artista!!

    ResponderExcluir
  38. Olá Bento,

    Vim lhe fazer uma visitinha e uma espiadinha.
    Adorei o desenho de sua filha. tem muita cor, e se vê, que é muito feminina.
    Qdo quiser, apareça.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  39. Oi Bento,
    A vida é poesia, e quanto mais se vive descobrimos que do modo que vemos o mundo, é o reflexo do mundo interior que temos...Um abraço da amiga Ana Arend - Blog Segredos Ocultos

    ResponderExcluir
  40. A nossa incessante busca e o sempre achar que tudo que temos é pouco. Mas talvez tenha que ser assim para que o tempo passe sem que permanecemos estagnados.

    Lindo poema Bento!

    ResponderExcluir
  41. Genial!!!
    Ser complicado e hermético é fácil, o difícil é dizer tudo com simplicidade, pois é necessário ser muito bom para ser simples e muito culto para cair na armadilha do simplório paradoxal.
    Adorei! Por isso fique com meus respeitos senhor poeta, uma vez que ser tratado por esse epíteto (poeta) não é para todos e você, com toda certeza, não é todo mundo, contudo dá voz ao mundo inteiro com seus belíssimos versos. Inefável, encantador...!!!

    ResponderExcluir