Total de visualizações de página

sábado, 6 de outubro de 2012

Cordel: O cadafalso da política

Desenho de Taciane, minha filha com sete e sua amiga Bruna, de catorze anos.

Em época de eleição,
Políticos reaparecem
Para pedir nosso voto.
Com cordeiros se parecem
Pra nos adquirir confiança
E depois desaparecem.

Eles sempre se aproveitam
De quem vive na amargura:
Prometem resolver tudo
E dão até dentadura.
O povo tem neles fé
De sair dessa vida dura.

Há candidato que diz
Que é realmente Jesus:
Por nós é mesmo capaz,
Até de morrer na cruz,
Mas isso é só sofisma
Para ver se nos seduz.

E vem dizendo que tem
Pra tudo uma solução;
Basta nós votarmos nele,
Que ele é a salvação,
Porém, tornamos a vê-lo
Só na próxima eleição.

E para eles se elegerem,
De tudo são bem capazes:
Vão à rede de tevê, rádio,
Nas ruas espalhar cartazes
E até com os adversários
Chegam a fazer as pazes.

Pra cair nas graças do povo,
Fazem o que não se pode:
Beijam, cantam se sacodem,
Cumprimentam todo público,
Comem buchada de pode.

Seja elegível a deputado,
Seja ao governo estadual,
Seja também ao Senado
Ou ao Governo Federal,
A sorrelfa é a mesma,
Que é ser cara de pau.

Com discurso envolvente,
Arrebanham grã plateia,
Transformando sua campanha
Em verdadeira odisseia.
Acham-se oniscientes, pois
Pra tudo têm panaceia.

O eleitor fica perplexo
Diante de tanta arteirice,
Não é capaz de escolher
Um nessa sem-vergonhice,
Porque perdeu sua confiança
Nessa vil politiquice.

E entram em nosso lar por
Meio do rádio e da tevê:
Cada um diz ser o melhor
Tentando nos convencer
De que tem capacidade
De representar você.

Então, esteja sempre alerta,
Meu caríssimo leitor:
Você é importantíssimo
Para o País como eleitor,
Portanto faça boa escolha
Pra não votar em malfeitor.

Na propaganda gratuita,
Fazem promessa escabrosa,
Prometendo transformar
O Brasil em mar de rosa,
Mas sabemos que tudo isso
É propaganda enganosa.

E só divulgam seus números,
Mas não fazem projeto,
Querem comprar seu voto
Como se fosse um objeto
E, depois, na sinecura,
Chamam o povo de abjeto.

Os políticos são sujos:
Poluem a área ambiental,
A sonora, a aérea e,
Principalmente, a visual
E depois fazem também
A mácula intelectual.

Mesmo na democracia,
É o voto obrigatório,
Mas você pode escolher
O que achar que é notório
Pra levar nossa política
Logo para o purgatório.

Entramos em desespero
Com esta atual situação,
É roubo de toda sorte
Como foi no Mensalão.
O Brasil pode ter jeito,
Mas os políticos, não.

A justiça foi cooptada
Em toda integralidade,
Pela matreira política
Garantindo impunidade
Àqueles que cometerem
Os atos de improbidade.

Então sejamos prudentes
Na escolha de nosso voto
Para não darmos a quem
Tem um caráter ignoto
ou a alguém, que, roubar dinheiro
Público é um devoto.

Bento Sales


37 comentários:

  1. Parabéns, professor Bento!
    ritmadamente muito bem composto.
    Explicitaste tudo o que de fato sentimos.
    Um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Mas Bah Bento, seria ótimo que esse poema fosse entoado por todo o dia que antecede a eleição. A musicalidade do texto me fez imaginá-lo cantado em uma trova, ou um repente. É pena que nosso panorama político seja mesmo tão comprometido e o sistema tão engessado. Parabéns pelo texto e também pela ajuda das ilustradoras. Bom domingo. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Bento, época de eleição me deixa enojada... sinceramente, há algum tempo que não consigo mais ter interesse por política partidária. Seu poema ficou super completo!

    Abraço JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, Bento!!
    É uma raposa no desenho? (rs*) Essas crianças estão à frente mesmo!!
    Boa votação!! Beijus,

    ResponderExcluir
  5. O poema chega na hora certa para exame de consciência e a ilustração, com o horário político da Taciane e da Bruna completam os momentos nada éticos que vivenciamos há pouco!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  6. Oi Bento!
    Que cordel lindo!
    Aqui onde moro a diferença foi 245 votos, quase morremos do coração. Não posso lhe falar mais nada.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Olá Bentão!
    Hahahahahahha muto bom o seu cordel! Divertido, atual e verdadeiro e infelismente a realidade da política é essa mesma.
    Esse primeiro verso já fala tudo:


    Em época de eleição,
    Políticos reaparecem
    Para pedir nosso voto.
    Com cordeiros se parecem
    Pra nos adquirir confiança
    E depois desaparecem.


    Hahahahaha, e nós bobões deixamos os cordeiros entrar né?

    Fiquei curioso com uma coisa. Cada linha vc começou com letra maiúcula mesmo que a frase anterior não tivesse pontuação nenhuma. Pode isso?

    ResponderExcluir
  8. Olá querido amigo Bento,

    Não sei escrever sobre política nem religião, mas sei sentir essas duas grandes forças, cada uma com seu sinal, atrás, tipo número positivo ou número negativo.
    Eu sou muiito básica em matemática e noutras matérias semelhantes, mas isso já é do teu conhecimento.

    Pois enquanto li tuas estrofes, me ia rindo, com uma ou outra expressão, por ti usada.

    NOSSA, DENTADURA, JESUS!

    Pensava que essas promessas eram só pra países do terceiro mundo, mas segundo teus versos, não é assim e acredito em ti e no que escreves.

    Em todos os países, mais ou menos democráticos, a política é uma atividade vantajosa, lucrativa, mas suja. Se mete a mão na "massa", sempre que é possível.

    O Brasil é um país gigantesco, com imensas cuturas e cruzamento de raças, portanto, só pode ser mesmo, assim.

    Sabes que eu acho que uma boa parte dos políticos brasileiros são, ou poderiam ser atores ou atrizes (é o feminino de ator, não é?), porque são capazes de interpretarem vários papeis. Podem, fazer de "santo" ou de "diabo". É uma questão de interesses, só.

    Embora já haja mulhers na política, elas me parecem um pouco mais brandas, menos artistas e trapaceiras.

    Espero que o ato eletoral tenha decorrido com ordem e civismo (3/4h na fila pra votar, pra mim não dava). Parece que estamos vivendo na Idade Média, onde não existia, ainda o voto.

    E DEPOIS, É OBRIGATÓRIO VOTAR! "Viva" essa democracia autoritária.

    Em Portugal, só vota quem quer. Quem não vota, se submete àquilo que aparecer. Eu nunca voto nas autárquicas, eu nem conheço as pessoas, quero lá eu saber disso.
    Voto nas Legiislativas e Presidenciais.

    O desenho de Taci está de acordo: VOTE EM MIM. Sim, nela, haveria doçura, ingenuidade e confiança.

    Beijos da Luz, com carinho fraterno.

    Luzes e Luares, espera teu comentário, acho eu. Obrigada.

    PS: agora, na lateral, no lado direito está lá o link de cada um dos meus blogs, assim, vocês acedem a eles, rapida e diretamente.
    no "Luzes" para o "Afetos" e vice-versa.

    ResponderExcluir
  9. DÚVIDA

    Se diz: haja mulheres ou hajam mulheres? Me esclarece, por favor.
    Não sou Descartes, mas também tenho dúvidas.

    OBRIGADA.

    ResponderExcluir
  10. Oi Bento,


    Tudo bem? Excelente a reflexão! Quando se trata de política, insisto na esperança porque a democracia requer sonho. Ontem votei com a razão e para mim, exercer a cidadania é sempre a possibilidade de mudança.


    Boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Meu coração fica feliz quando você me visita
    Meu blog fica lindo com seu comentário
    Minha semana é bem mais feliz quando tenho noticias de você.
    Meu coração agradece quando você me carinha
    com suas doces palavras.
    Sua amizade é muito importante para mim,
    pois meu blog ilumina com sua presença.
    Uma semana na paz e na luz carinhosamente,Evanir.
    Amigo texto nota mil.

    ResponderExcluir
  12. Adoreiiii o seu Cordel, Bento! Retrato fiel dos políticos e suas politicagens! Infelizmente, para todos nós.
    Lindo o desenho da Taciane e da Bruna.
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  13. Meu querido Bento Sales, sempre nos abastecendo de seu conhecimento e sabedoria. Essa forma sincronizada, porém criativa na apresentação das palavras, traz o tom crítico de seu autor inserido nesse texto. Bom chegar por aqui e poder conferir mais uma preciosidade dessa mente criativa a sábia. Um grande abraço meu querido.

    ResponderExcluir
  14. Passei parte da juventude lendo cordel diariamente. Acho que tenho um pouquinho de cacife pra dizer que você mandou bem, portanto.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Bento.
    Belíssimo poema, verdadeiro e consciente.
    Infelizmente, muita gente ainda se deixa levar por promessas vazias, aparência e palavreado bem escolhido, o que acaba perpetuando a mesma classe politiqueira no poder.
    Ainda bem que, em tempos de internet, as falcatruas dos candidatos não ficam escondidas por muito tempo e podemos ver quem é quem na verdade.
    Parabéns por tua excelente participação no Prosas Poéticas, meu caro.
    Abraço, Bento.

    ResponderExcluir
  16. Penso que os Políticos são iguais seja em que país fõr , prometem muito para chegar ao poder e depois de lá estarem não fazem nada do que prometeram !

    ResponderExcluir
  17. Que bonito esse cordel, parabéns
    e falar de politica assim até que fica bom
    Abraços de bom final de tarde
    Bjuss
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  18. Boa Noite Amigo.
    Carinhosamente venho desejar um feliz final de semana
    seja ele de paz e alegria beijos no coração,Evanir..

    ResponderExcluir
  19. A politica é sempre um assunto muito interessante, gosto de ler sobre.
    Professor Bento não há o que desculpar mas sim lhe agradecer. Uma excelente semana.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  20. Muito bom o seu texto meu amado amigo Bento!
    Político, a gente conhece...só aparece nas eleições, rsrs. Feliz dia das crianças.
    Abraço na sua filhinha, pelo dia.
    Feliz fé.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Bento Sales

    O magistral poema tem jeito lá e cá, se peca é por defeito. É assim o profissional da política, que tem a abstrata qualificação que lhe confere a filiação no seu partido. O povão parece ecantado com o valor que lhe é, atribuido até à eleição, depois fica perdido. Afinal foi eleito quem, taxativamente, o irá explorar!
    Um abraço

    http://amornaguerra.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  22. Nossa, que cordel interessante!
    Gosto muito da forma como você escreve; sempre com conteúdo e vocabulário ricos >.<
    Achei ótimo você chamando o cargo de sinecura xD
    Abraço; até mais! ;D

    ResponderExcluir
  23. Maravilhoso seu cordel! Abrangeu toda essa farsa que incautos não percebem ou, comodamente, por alguma troca, fingem não existir. Infelizmente!
    Estou certa de que sua filhinha teve um ótimo dia da criança, pois tem pais conscientes e presentes. E continua caprichando nos desenhos. Grande abraço, meu amigo!

    ResponderExcluir
  24. Meu querido Sales
    Na verdade muitas pessoas se deixam levar por troca de votos. Passando para te desejar um feliz feriadão.
    Ana

    ResponderExcluir
  25. Caro amigo Bento
    A Taciane está cada vez desenhando melhor. Uma preciosa artista que te acompanha. Espero que tenha tido um feliz dia das Crianças.
    E o cordel. Oportuno e bem elaborado. Sabe o que pensei? Oxalá pudesse ser essa maravilha declamado por cordelistas aqui na Praça da Sé de SP.
    Até pagaria pra ver o sucesso que provocaria.

    Um lindo domingo para vocês.

    ResponderExcluir
  26. Obrigada Prof. Bento.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  27. Olá Bento, bom dia!
    Venho mais uma vez agradecer sua honrosa participação no 1º Prosas Poéticas; foi pra mim um fato que só causou satisfação e deu muito orgulho. Muito obrigado!
    Aproveito para lhe desejar uma ótima semana, assim como, lhe dar meus parabéns pelo poema; mais claro, acho impossível! Foste, com versos, contundente....
    Abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  28. Olá estimado amigo Bento,

    Como estás?
    Sabia que não tinhas postado, mas apeteceu-me fazer-te uma visita, para agradecer o teu gentil e inteligente comentário e deixar beijinhos para ti, Taci e restante família.

    Boa semana.
    Abraços, com estima, da Luz.

    ResponderExcluir
  29. O que mais tem são políticos que conseguem comprar pessoas vazias.
    Isso é deprimente.

    Bela reflexão.

    Um blog cheio de cultura.
    Adorável.

    Revelando sentimentos

    ResponderExcluir
  30. Obrigado amigo Bento pela cortesia da visita em meu blog, sempre animadora.
    Parabéns, professor, pelo dom da palavra, tão bem expressada no Cordel, retratando o vazio da política a que estamos sujeitos, na história que se repete constantemente. O que poderia ser um bem comum para guiar a humanidade em seu processo de evolução acaba se transformando em elo que nos mantém reféns.
    Parabéns à Taciane e sua amiga Bruna que representaram tão bem no desenho o momento das eleições.
    Um abraço fraterno a todos vocês.

    ResponderExcluir
  31. FOLHAS DE OUTONO ADORA VISITAR FOLHAS SOLTAS !
    Sendo admiradora de cordéis não poderia deixar de passar por aqui para ler e admirar seus escritos assim como sua inteligência,
    O desenho da Tacy está propicio para o momento...
    Estando aqui aproveito para te convidar para apoiar juntamente comigo o OUTUBRO ROSA,incentivando as pessoas conhecidas a fazer o exame de mama, prevenindo do câncer que é responsável por 52.680 novos casos no Brasil neste ano!Quero que você esteja junto comigo nesta luta,apoiando esta causa. Vamos a cada dia plantar esta ideia na cabeça das pessoas...EU, do blog FOLHAS DE OUTONO,agradeço todo o apoio E comentário deixado lá em prol da minha nova postagem.Peço que ao passar leve uma mensagem de positividade.

    ResponderExcluir
  32. Um belo poema, Bento!
    Um abraço desde Argentina.
    HD

    ResponderExcluir
  33. Boa Noite
    Passando para te agradecer a força e apoio na hora em que mais precisei.
    Fiquei tão feliz com cada gesto de carinho que recebi.Meu muito obrigado.Uma feliz semana. A cirurgia da minha filha foi um sucesso graças a Deus.
    Ana

    ResponderExcluir
  34. Tudo é um equívoco: enquanto uns pensam que votam, outros dizem que trabalham... E assim vamos indo, felizes para sempre!!!!Nada muda.
    Abraços
    Tais

    ResponderExcluir
  35. Tudo é um equívoco: enquanto uns pensam que votam, outros dizem que trabalham... E assim vamos indo, felizes para sempre!!!!Nada muda.
    Abraços
    Tais

    ResponderExcluir
  36. Bom dia Bento! Muito bem elaborado seus concisos versos! Gostei das suas cordelanças. Acho o máximo quem os escreve com tanto talento! Parabéns!
    Desejo a vc um abençoado fim de semana! Abçs!

    ResponderExcluir